Mauriti decreta lockdown; secretária cita ‘colapso total’ da Saúde no Cariri

27/04/2016

Mauriti decreta lockdown; secretária cita ‘colapso total’ da Saúde no Cariri

Diante do aumento do número de casos de Covid-19, Mauriti voltou a adotar isolamento social rígido para conter a propagação o novo coronavírus. No município, as medidas começaram a valer desde esta quinta-feira (20), logo após recomendação do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). Há pouco mais de duas semanas, Barbalha, Jardim, Farias Brito também decretaram lockdown.

Com pouco mais de 46 mil habitantes, Mauriti passa por um aumento expressivo de casos de Covid-19. Segundo a secretária de Saúde do município, Evânia Furtado, as cidades do Cariri cearense sofre um cenário de “colapso total” no sistema de saúde. Por conta disto, o município entrou em isolamento social rígido até o dia 1º de junho.

Entre as medidas decretadas estão a proibição de atividades não essenciais e toque de recolher das 20h às 5h. Durante a semana, vai haver uma flexibilização no comércio, com funcionamento permitido em horário reduzido e atendimento com 25% da capacidade. Em caso de descumprimento das medidas sanitárias, será cobrada uma multa, cujo valor varia de R$ 3 mil a R$ 75 mil.

Colapso

Conforme a Evânia, os hospitais da região do Cariri estão lotados, com fila de espera por um leito de UTI e há o risco de uma terceira onda da Covid-19, que pode ser ainda mais grave.

“Nós temos vivido dias muito difíceis, no nosso Cariri a situação da rede de atenção a saúde é de colapso total. A gente tem tido semanas de 50 pacientes, 60 pacientes, na fila de UTI na nossa macrorregião do Cariri. A gente tem ficado com pacientes 10 dias, 18 dias aguardando essa fila que não sai. Como todos os leitos estão sendo ocupados por Covid, consequentemente pessoas que precisam de UTI por outros motivos estão tendo essa vaga negada, simplesmente porque as unidades hospitalares não têm mais como atender esses pacientes.

A secretária afirmou que parte da população não tem obedecido às medidas, o que levou o município a adotar multa, cujo valor varia de R$ 3 mil a R$ 75 mil, para quem descumprir as normas.

“A gente já passou da parte de conscientização através de ‘fique em casa’, orientar… então agora nós partiremos para a parte mais enérgica, puniremos, porque quem sabe a realidade dos nossos hospitais são os trabalhadores da saúde. E quem sabe a dor que está sentindo, é quem perdeu um ente da família.”

O decreto de flexibilização da economia que entrou em vigor nesta semana no Ceará não beneficiou a região do Cariri, onde o número de novos casos da doença segue alto.

Com informações do Sistema Verdes Mares

0 Comentários

Adicione um comentário

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


AutoDJ

Programação Músical

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Anderson Freire

Raridade

02.

Bruna Karla

Advogado Fiel

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Anderson Freire

Acalma o meu coração

05.

Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes